Blog

Como a Pandemia do Coronavírus tem afetado restaurantes, bares e deliverys?

Tem um restaurante e ainda não sabe o que fazer em meio ao Coronavírus?

O início do ano de 2020 não tem sido fácil para o mercado mundial e com o setor alimentício não tem sido diferente. A crise do COVID-19 atinge diretamente restaurantes e bares e restringe a população de frequentar tais ambientes. Nesse cenário devastador,  uma boa gestão vai ser o diferencial entre quem vai sucumbir e quem vai prosperar nessa situação.

Pensando nisso, a PWR Gestão reuniu seus especialistas no setor e trouxe algumas dicas essenciais para a sobrevivência do negócio durante esse período.

1 – Saiba onde está pisando e tenha planos de contingência

É importantíssimo, para esse momento, fazer contas e projetar cenários otimista, realista e pessimista, estabelecendo ações claras a serem feitas dependendo de qual cenário se desenhar.

E o ponto inicial para a construção desses cenários é como o faturamento da empresa vai se comportar. Um estudo (link abaixo) do JP Morgan, banco privado de investimentos norte-americano, levantou o impacto em alguns países que estão em estados mais avançados de difusão do vírus e o resultado para o mercado foi uma queda global de 50% do faturamento de restaurantes e bares. Ou seja, se prepare para considerar cenários de redução pela metade nas vendas.

Considerando o tempo que vamos passar nessa situação, é importante olharmos para a China, que já vem se recuperando. Pela primeira vez, não houveram mais casos de transmissão comunitária e os mercados esportivos já começam a planejar a volta das ligas e campeonatos de futebol, por exemplo. Ótimo sinal! Considerando que a crise por lá estourou no começo de Janeiro, é plausível de se considerar, pelo menos, mais 60 dias desse cenário no Brasil.

2 – Entenda quais operações serão mais impactadas e acompanhe seu Delivery

Unidades de negócios que tendem a serem mais conhecidas pela aglomeração de pessoas sentirão bastante o baque. Por exemplo, se seu negócio é um bar que reúne muita gente aos finais de semana, em cima de uma proposta de música ambiente e ambiente de confraternização, se prepare para uma queda de movimentação.

Porém, é importante lembrar também que nem todas as operações terão essa queda.

Uma das maiores recomendações para o período é o isolamento social e ter uma operação de Delivery bem posicionada e preparada para esse cenário, é crucial. Pessoas que antes iriam a seu restaurante, agora estarão tendenciosas a pedir seu produto no aconchego do lar. E aí vale olhar com muito carinho para essa operação, atentando para os seguintes pontos-chaves:

  • Controle e seja o mais eficiente possível nos tempos de preparação e envio dos produtos;
  • Estude a logística da operação e procure ser o mais eficiente possível;
  • Saiba utilizar das parcerias com aplicativos. Por exemplo, a ABRASEL fechou parceria com o Ifood reduzindo o prazo de pagamento de bares e restaurantes.
  • Utilize-se de preços de combate, pois será um período que as pessosas terão seus orçamentos pessoais prejudicados.

Uma estratégia que também funcionou nos Estados Unidos é o Drive-Thru e o Take Away. Preparem suas operações que mais sentiram a queda no mercado e veja se é possível adaptá-la para que as pessoas possam fazer encomendas para viagem, sem o consumo no local.

3 – Acompanhe, de forma fanática, seu caixa e sua previsão de saldo financeiro

Business man Accounting Calculating Cost Economic concept

Ser conservador e obcecado pelo caixa da organização é fundamental nesse momento. Crie planos de contingência e elabore rotinas de checagem e auditoria desses planos. Estamos passando por um cenário sem precedentes na história contemporânea e a resposta à essas mudanças precisa ser ágil e veloz:

  • Crie rotinas semanais de reuniões com o setor financeiro para acompanhar o saldo em caixa e fazer previsões de todas as contas a pagar e a receber;
  • Procure entender que contas podem ter um congelamento sem grandes prejuízos, mas faça isso com muito estudo baseado em legislações e portarias oficiais e em uma estratégia clara e definida;
  • Evite compras de tudo que não for imprescindível para sua operação. Priorize insumos e matérias-primas para seus produtos, mas inclua, na previsão de suas compras, cenários de reduções do mercado e do faturamento.

Tem mais dúvidas sobre o mercado ou sobre como atuar na crise? Conversa com a gente, temos uma equipe preparada para te atender da melhor forma possível.

LINK:

https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2020/03/china-zera-transmissao-local-do-novo-coronavirus-pela-1a-vez.shtml